HISTÓRIA

1991 – 2019

 

Aficionados por eletrônica e música desde a infância, os sócios idealizadores da marca Diasound mantiveram o foco, estudaram eletrônica e fundaram, em 1991,  a empresa Weltmarken, inicialmente prestando serviços técnicos de alta tecnologia em telecomunicações e, a partir de 1993,  desenvolvendo e comercializando equipamentos eletrônicos de alta tecnologia, montados em parceria com empresas internacionais.

Na constante busca por inovações tecnológicas, visitaram  feiras e fornecedores em todo o mundo, tendo acesso a alguns dos mais conceituados equipamentos de áudio existentes!  Muito perfeccionistas,  tudo que envolvia áudio sempre foi tratado como  pessoal, pois se não agradasse os próprios ouvidos não havia interesse comercial!

Em 1997, em viagem ao Japão, conheceram a Diatone, que sempre foi muito admirada pela qualidade excepcional dos drivers full range que produzia desde os anos 40. Divisão do grupo Mitsubishi Electric, era também famosa pelos investimentos recebidos, no final dos anos 80, para desenvolver drivers de alta fidelidade destinados à reprodução do som digital dos CDs.

Na época, a qualidade desses drivers agradou, especialmente o alto falante e o tweeter que equipava uma caixa de som encomendada pela rede de TV NHK.  Na ocasião, decidiram importar um lote de caixas acústicas seladas DS-1000ZX e, posteriormente,  DS-V5000, que eram caixas seladas com 4 vias.  A qualidade sonora dessas caixas era superior a praticamente todas as caixas de mesmo porte existentes no mercado mundial na época.  

Após alguns meses de avaliação, em 1998, em Koryama, no Japão, criaram a marca “Diasound” e negociaram um acordo para produzir e comercializar caixas acústicas high-end nos Estados Unidos, com a Diatone fornecendo os drivers em regime OEM. Ainda no mesmo ano, receberam o comunicado de que o grupo Mitsubishi, em virtude de uma reestruturação, havia suspendido as atividades da Diatone. Em decorrência disso o projeto Diasound nos Estados Unidos não prosseguiu.

Os drivers eram os componentes mais importantes e consegui-los com qualidade excepcional sempre foi um desafio. Com a experiência e referência, continuaram pesquisando, pois já haviam descartado atuar nesse mercado apenas como importador e distribuidor. Sabendo que novas descobertas dependiam de muito tempo, prosseguiram sem qualquer previsão estabelecida.

A partir de 2006,  com os dois sócios (irmãos) cuidando dos negócios e também da mãe, que, por problemas de saúde, passou a depender de cuidados especiais de familiares, iniciou uma nova fase,  sem objetivos exclusivamente comerciais!  Com capital disponível,  investiram em softwares, instrumentos de última geração e maquinário customizado  para o desenvolvimento e montagem de caixas acústicas high-end!

Sem compromisso comercial, com muito conhecimento e dedicação, o objetivo evoluiu para a busca de uma realização  pessoal, tornando o projeto extremamente diferenciado. A partir de então, fecharam parcerias com alguns gênios da eletrônica e fornecedores de insumos e serviços, com objetivo de estabelecer um novo padrão de caixas acústicas, cujos protótipos, com projetos, design e componentes exclusivos, inclusive alto falantes e tweeters,  começaram a ser testados em 2011.

A partir de 2011 o projeto mais audacioso evoluiu rapidamente para um sofisticado sistema de  som (caixas de som ativa). Desde então, toda  eletrônica, desde o music server  até os drivers, passaram por critérios extremamente rígidos,  afim de eliminar qualquer imperfeição que pudesse comprometer a qualidade final do som. Com esse processo, o sistema excedeu todas as expectativas e atingiu um nível de refinamento sonoro inimaginável!

As últimas fases demandaram também muito trabalho em parceria com gênios da eletrônica que desenvolveram partes dedicadas, como o crossover DSP de altíssima resolução, DAC de última geração, MCU, fontes de alimentação especiais, amplificadores classe A/B de alta fidelidade, materiais especiais para produção de gabinetes e componentes em geral, inclusive os alto falantes e tweeters. Foram firmadas parcerias com empresas de alta tecnologia na Europa, Ásia, Estados Unidos e Austrália.

Para  otimizar e obter  o máximo de fidelidade e desempenho, cada parte especifica foi  minuciosamente projetada para funcionar em perfeita  harmonia com as demais partes dedicadas. Foram muitos os critérios adotados e não vamos entrar em detalhes, mas é indispensável destacar a importância da adoção de procedimentos para eliminar tudo que pudesse gerar problemas, inclusive alguns pontos negativos comuns nos mais conceituados sistemas hoje disponíveis no mundo.

– Em 2016  o sistema de caixas ativa foi batizado com o nome  Anna, em homenagem a mãe dos sócios que faleceu em 2015.  O sistema continuou sendo aperfeiçoado, até atingir o mais  perfeito estado da arte, em 2019,  e tem sido  referência para o desenvolvimento de outras versões, incluíndo o modelo Summa,  já disponível comercialmente! Não temos dúvidas, a fase entre 2006 e 2016 foi muito importante,  impossível de acontecer na normalidade do ambiente técnico industrial.

– A partir de 2017,  com  a referência do sistema Anna, teve inicio alguns projetos de caixas passivas.

– Em  agosto de 2019,   após dois anos de muita pesquisa e desenvolvimento, teve inicio a produção das primeiras caixas acústicas Summa.  Verdadeiras obras de arte, as caixas Summa  impressionam em todos os aspectos!

– O sistema Anna, por ser extremamente audacioso e uma referência estratégica, ainda não está disponível. A  comercialização está prevista para  o primeiro semestre de 2020.

– Outros  modelos de caixas acústicas, bem como   music server, DAC e amplificadores de áudio estado da arte serão disponibilizados em breve!

– Nosso slogan  é o  nosso compromisso, além da imaginação!   Todas as caixas de som e equipamentos com a marca Diasound  serão sempre verdadeiras obras de arte, em todos os aspectos!  Consideramos inútil descrever detalhes, vejam e ouçam!

 

DIATONE é  marca registrada de propriedade do grupo Mitsubishi Electric.